PPP e gestao democratica

Projeto Político-Pedagógico e Gestão Democrática

Qual a relação entre tendências pedagógicas e construção do PPP?

É fato que as tendências pedagógicas possuem suas especificidades conduzindo a instituição escolar a uma direção sobre a relação professor/aluno, o papel do professor, conteúdos de ensino e o papel da escola.

Logo, se o Projeto Político Pedagógico da instituição escolar é o que direciona a aprendizagem, no mesmo constará a tendência pedagógica instituída que norteará o trabalho educativo juntamente com suas principais ideias.

Uma pedagogia articulada com os interesses populares valorizará, pois, a escola; não será indiferente ao que ocorre em seu interior; estará empenhada em que a escola funcione bem; portanto, estará interessada em métodos de ensino eficazes. Tais métodos situar-se-ão para além dos métodos tradicionais e novos, superando por incorporação a contribuição de uns e de outros”. (SAVIANI 2003, p. 69).

Gestão democrática: Aspectos Políticos e Pedagógicos

Atualmente gestão democrática tem sido um assunto muito abordado, pois ela permite que os participantes se envolvam e sejam responsáveis com as decisões e com as atividades de maneira geral.

O direito dessa participação democrática está garantido na Lei de Diretrizes e Base da Educação de 1996:

Art. 14 – Os sistemas de ensino definirão as normas da gestão democrática do ENSINO PÚBLICO na educação básica, de acordo com as suas peculiaridades e conforme os seguintes princípios:

I participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola;

II. Participação da comunidade escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes.

Art. 15 – Os sistemas de ensino assegurarão às unidades escolares públicas de educação básica que os integram progressivos graus de autonomia pedagógica e administrativa e de gestão financeira, observadas as normas de direito financeiro público. (BRASIL, 1996)

A gestão democrática na escola é uma importante alternativa para a superação de muitas questões históricas que estão enraizadas na cultura brasileira.

A instituição escolar deve ter clareza em seus objetivos, metas e o PPP viabiliza a realização desses alvos. Sobre esse assunto Dallari aborda:

Um aspecto interessante e grave, que é oportuno lembrar, é que um sistema político só é democrático quando as decisões são tomadas com liberdade e se respeita a vontade da maioria. Ora, quando muitos se negam a participar das decisões é inevitável que a tarefa de decidir fique nas mãos da minoria, ou seja, a omissão de muitos impede que se tenha um sistema democrático. (DALLARI, 1983, p. 24)

Em relação ao PPP, os pedagogos, gestores, professores, funcionários, famílias e alunos, são os envolvidos na elaboração desse documento norteador.

Segundo Padilha, no planejamento dialógico, atribui-se a cada segmento escolar responsabilidades específicas, mas integradas entre si, que possibilitem o efetivo exercício da cidadania ativa. (PADILHA, 2005, p. 68).

O PPP deve ser completo afim de que as decisões sobre a direção a seguir fiquem claras, porém ele é flexível, pois é de uma abrangência política, e pedagógica.

Logo na sua estrutura deve conter: missão, clientela, dados sobre a aprendizagem, relação com as famílias, recursos, diretrizes pedagógicas e plano de ação.

Gostou do texto de hoje? Então compartilha com seus amigos…

Vamos ver como as bancas cobram?

Questões – Projeto Político-Pedagógico e Gestão Democrática

 

Referência:

BRASIL. Lei nº 9.394. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: DOU, 1996.

DALLARI, Dalmo de Abreu. O que é Participação Política. 1. ed. São Paulo: Brasiliense, 1983.

LIBÂNEO, J. C. Organização e Gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2001.

PADILHA, Paulo Roberto. Planejamento dialógico: como construir o projeto político-pedagógico da escola. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

SAVIANI, D. Escola e Democracia. 36ª ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2003.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro (org.). Projeto político‐ pedagógico da escola: uma construção possível. 22. ed. Campinas, SP: Papirus, 2006.

 

Dica de Gestão Democrática

Projeto Político-Pedagógico e Gestão Democrática
4.2 (83.33%) 6 votes
Fabiana Firmino

Fabiana Firmino

Pedagoga formada pela Universidade de Brasília é especialista em Gestão/Orientação educacional e Docência no Ensino Superior. Atuou como coordenadora pedagógica, desempenhando as funções de administração escolar, orientação de professores e alunos; planejamento de estudo; preparação emocional dos estudantes e coordenação de projetos. Atua como educadora, após aprovação em concurso público da Secretaria da Educação do DF. É professora de cursos preparatórios, e ministra os conteúdos de conhecimentos Pedagógicos, com ênfase em concursos públicos.

Scroll Up