O que é Progressão Continuada: entenda de uma vez por todas

O que é Progressão Continuada: Entenda de uma vez por todas

Você sabe o que é progressão continuada e como ela beneficia ou afeta a educação em todo o Brasil?

Embora seja simples de definir como conceito, entender profundamente essa medida é importante para profissionais de educação e concurseiros. Para o primeiro, pois ele deve lidar com essa forma de progressão no seu dia a dia em sala de aula.

Para o segundo, pois o tema sempre costuma aparecer em concursos de pedagogia. O que faz seu estudo e sua compreensão bastante necessários.

Neste artigo, você vai saber o que é progressão continuada, como ela funciona, sua presença em concursos e muito mais.

O que é Progressão Continuada?

A Progressão Continuada é uma metodologia de ensino inovadora que já é praticada em escolas de estados e municípios de todo o país.

Essa metodologia pressupõe que o aluno deve obter suas habilidades, competências e conhecimentos dentro de ciclos. Que, por sua vez, duram mais do que apenas uma série ou ano letivo.

Assim, na progressão continuada não existe a reprovação do estudante por série, e sim por ciclo de ensino. No lugar da reprovação por ano letivo, o estudante realiza uma fase de recuperação por meio de aulas de reforço.

É dentro do ciclo de ensino que o estudante precisa completar sua formação e desenvolvimento de capacidades necessárias para avançar para o próximo.

A Progressão Continuada é chamada por muitos como aprovação automática. A razão disso é que, à primeira vista, a prática passa a impressão de que o estudante não pode ser reprovado, mas isso não é verdade.

Como são compostos os ciclos da Progressão Continuada?

Os ciclos de ensino adotados para a prática da progressão continuada, no Brasil, variam de acordo com os estados e municípios. No entanto, existem algumas composições que são muito comuns nas escolas públicas e privadas em todo o país.

Uma das mais utilizadas divide o Ensino Fundamental em três ciclos: 1º ao 3º ano, 4º ao 6º ano e do 7º ao 9º ano. Já o Ensino Médio é composto de apenas um ciclo composto do 1º ao 3º.

O estudante pode ser reprovado ao final de cada ciclo se não atingir desempenho satisfatório. Vale destacar, novamente, que a composição de ciclos pode variar conforme a escola, cidade ou estado em que o aluno estuda.

Para ler e se preparar: 8 matérias mais cobradas em concursos de pedagogia que você deve estudar

Qual a finalidade de adotar a Progressão Continuada?

Agora que você já sabe o que é progressão continuada, é importante também entender qual o seu objetivo principal.

O ensino por ciclos é uma forma de tentar regularizar o fluxo dos alunos ao longo dos anos dentro de uma escola ou rede de ensino; de modo a superar o fracasso escolar das altas taxas de reprovação e repetência de séries.

A intenção é permitir que o estudante tenha acesso aos conteúdos e ao ensino necessários para o seu desenvolvimento, sem interrupções ou repetições de ano letivo. Algo que, inevitavelmente, gera desânimo e prejudica a aprendizagem do aluno.

Leia também: Pedagogia a Distância: saiba tudo agora mesmo

A Progressão Continuada prejudica a qualidade do ensino e desenvolvimento do estudante?

Algumas pessoas que são contra a progressão continuada costumam afirmar que ela é ruim, pois prejudica a aprendizagem do estudante.

Porém, a realidade mostra o contrário, é a repetência de séries frequente que, de fato, prejudica o estudante. De acordo com o professor Alavarse “a repetência é contraindicada, na maioria dos casos, por não resultar em benefícios para quem está repetindo”.

Ou seja, o aluno que fica repetindo de ano em ano é que normalmente tem sua aprendizagem comprometida. É justamente esse aluno que está mais suscetível a decidir interromper seus estudos, abandonar a escola.

Em pesquisas comparativas de alunos com dificuldades de aprendizagem iguais, fica comprovado que aqueles que passam pela progressão continuada têm vantagens sobre os que repetem.

Apenas porque eles puderam seguir avançando de ano letivo junto com seus colegas de sempre, podendo recuperar habilidades esperadas com maior facilidade.

O que a progressão continuada e ensino por ciclos precisa para funcionar corretamente

Existem algumas condições que são fundamentais para que o ensino por ciclos e a progressão continuada possam funcionar corretamente:

  • Proposta político-pedagógica adequada.
  • Clareza sobre o currículo e os conteúdos que cada estudante deve aprender.
  • Engajamento da equipe de professores, que devem ser bons profissionais, com trabalho coletivo até mudanças na jornada de trabalho.
  • Entendimento do processo de aprendizagem de cada aluno.
  • Avaliação do aprendizado dos estudantes e da própria instituição a todo o tempo, para corrigir falhas e otimizar o ensino.
  • Condições materiais adequadas na escola.

Seguindo esses pontos da melhor forma possível, o ensino por ciclos junto à progressão continuada tendem a performar bem. Gerando, por consequência, os melhores resultados em termos de aprendizagem, redução da taxa de abandono escolar, etc.

Como a Progressão Continuada está presente nos concursos pedagógicos

Agora que você já sabe o que é progressão continuada, ensino por ciclos e como ela desempenha seu papel na educação.

Em concursos públicos, especialmente aqueles ligados à área pedagógica, para cargos de professores estaduais ou municipais, o tema tem presença frequente. E, por isso, é importante que os concursandos dediquem parte do seu tempo para estudar esse tema.

Nas provas, é comum encontrar as questões ligadas à progressão continuada com outros temas como avaliação de aprendizagem. Também costumam aparecer ligadas a questões sobre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

INSCREVA-SE GRÁTIS

Equipe Pedagogia para Concurso

INSCREVA-SE GRÁTIS