Curriculo-em-movimento-pressupostos-teoricos

Currículo em Movimento da Educação Básica – Pressupostos Teóricos

O que é o Currículo em Movimento?

Currículo em Movimento  um documento da Secretaria de Educação do Distrito Federal (DF). Alinhado com as Leis educacionais evidencia um norte, uma direção curricular para as modalidades de ensino, garantindo uma gestão democrática do Sistema de Ensino Público do DF.

O Currículo em movimento objetiva desenvolver tempos, espaços e oportunidades educacionais.

O Currículo em movimento é um documento a ser permanentemente avaliado e significado a partir de concepções e práticas empreendidas por cada um e cada uma no contexto concreto das escolas e das salas de aula da rede pública e particular de ensino.” (Currículo em movimento – Pressupostos Teóricos p.20)

Como está organizado o Currículo em Movimento?

O documento está organizado em oito Cadernos: Pressupostos Teóricos; Educação Infantil; Ensino Fundamental – Anos Iniciais; Ensino Fundamental – Anos Finais; Ensino Médio; Educação Profissional e EAD – Educação de Jovens e Adultos, e Educação Especial.

O Currículo em Movimento da Educação Básica da rede pública de ensino do Distrito Federal ampara sua ação didática pedagógica em eixos transversais.

Como se dá a concretização deste Currículo nas escolas?

A concretização deste Currículo ocorrerá por meio do Projeto Politico Pedagógico das escolas pois, ele é construído de forma participativa e democrática, o que evidencia a reflexão sobre o papel social e transformador da instituição escolar.

“[…] pensar a democracia passa, necessariamente, pela reflexão sobre a cultura de cada sociedade e a forma como os indivíduos estabelecem relações com os espaços públicos” (COSTA, 2010, p. 86).

Os conhecimentos escolares vão além do conhecimento científico, pois analisa-se a abrangência de conhecimentos populares, sociais, culturais e experiências que os discentes trazem consigo. Todos esses conhecimentos devem ser considerados e reconhecidos no PPP e nas ações diárias dos educadores.

Quais correntes teóricas fundamentam o Currículo em movimento?

Para a elaboração do Currículo em movimento, a SEEDF utilizou ideias da Teoria Crítica e também da Teoria Pós-crítica:

O movimento deste Currículo é político, pedagógico, flexível, transformador, crítico, reflexivo, diverso, libertador de correntes, sejam ideológicas, científicas, filosóficas… O movimento é vida, é verdade prenhe de realidade, é senso comum e ciência, é relação teoria e prática, é elemento de poder. Poder como possibilidade de constituição da práxis transformadora da realidade social”. (Currículo em movimento – Pressupostos Teóricos p.79)

Como base teórico-metodológica o mesmo currículo fundamenta-se na Pedagogia Histórico-Crítica e na Psicologia Histórico-Cultural.

Isso porque o Currículo escolar não pode desconsiderar o contexto social, econômico e cultural dos estudantes.

A democratização do acesso à escola para as classes populares requer que esta seja reinventada, tendo suas concepções e práticas refletidas e revisadas com vistas ao atendimento às necessidades formativas dos estudantes, grupo cada vez mais heterogêneo que adentra a escola pública do DF. (Currículo em movimento – Pressupostos Teóricos p.30)

Qual é a concepção de educação integral no Currículo em movimento?

O Currículo em Movimento aborda que a educação integral tem a intenção de ampliar tempos, espaços e oportunidades educacionais pois, a escola não é apenas o espaço físico e sim um local de socialização e construção do conhecimento, ou seja, o discente é multidimensional, com características individuais e únicas.

Consta no Currículo em movimento:

O tempo escolar da criança deve ser organizado, flexível e planejado, propiciando vivências multidimensionais, distribuídas em uma carga horária curricular, articulada e integrada.

Sobre os espaços: a educação extrapola os muros da escola, a comunidade, o território que são extensões da escola, propiciando aprendizagem.

As oportunidades acontecem e tentam garantir a aprendizagem e o sucesso escolar de cada criança, adolescente e jovem nesse espaço formal de ensino.

Para a efetivação deste Currículo na perspectiva da integração, alguns princípios são nucleares: unicidade teoria-prática, interdisciplinaridade, contextualização, flexibilização. (Currículo em movimento – Pressupostos Teóricos p.66)

Quais os eixos transversais do Currículo em Movimento?

O Currículo em Movimento elege como eixos transversais: Educação para a Diversidade, Cidadania e Educação em e para os Direitos Humanos, Educação para a Sustentabilidade.

Os eixos transversais favorecem uma organização curricular mais integrada, focando temas ou conteúdos atuais e relevantes socialmente e que, em regra geral, são deixados à margem do processo educacional (SANTOMÉ, 1998).

ATENÇÃO: Segundo o Currículo em Movimento – Pressupostos Teóricos, falando de avaliação para as aprendizagens, qual o tipo de avaliação mais adequada para uma educação emancipatória?

A Secretaria de Estado da Educação do Distrito Federal (SEEDF) compreende que a função formativa da avaliação é a mais adequada ao projeto de educação pública democrática e emancipatória.

Compreende também que a função diagnóstica compõe a avaliação formativa, devendo ser comum aos demais níveis da avaliação. (Currículo em movimento – Pressupostos Teóricos p.71)

Referências:

  • COSTA, V. M do R. S.;Torres. I. S. Possibilidade de Atuação de Novos Sujeitos Sociais Numa Escola que Vivencie a Democracia. Anpae, 2010.
  • Currículo em Currículo em Movimento da Educação Básica – Pessupostos Teóricos. SEEDF.GDF.
  • SANTOMÉ, J. T. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

Currículo em Movimento da Educação Básica – SEEDF

Como Estudar Currículo em Movimento – Pressupostos Teóricos para Concurso?

Esse é um tema que despenca nas provas de concursos na área da educação. Vamos ver como as bancas cobram?

Clique abaixo em “Responder questões” e não se esqueça de compartilhar…

Currículo em Movimento – Pressupostos Teóricos

 

Currículo em Movimento da Educação Básica – Pressupostos Teóricos
5 (100%) 1 vote
Fabiana Firmino

Fabiana Firmino

Pedagoga formada pela Universidade de Brasília é especialista em Gestão/Orientação educacional e Docência no Ensino Superior. Atuou como coordenadora pedagógica, desempenhando as funções de administração escolar, orientação de professores e alunos; planejamento de estudo; preparação emocional dos estudantes e coordenação de projetos. Atua como educadora, após aprovação em concurso público da Secretaria da Educação do DF. É professora de cursos preparatórios, e ministra os conteúdos de conhecimentos Pedagógicos, com ênfase em concursos públicos.

Scroll Up